Palavra do Presidente

 

 

Prezados associados,


Tenho dito em nossas reuniões que já brigamos - e conquistamos - por demandas básicas como iluminação pública, drenagem pluvial decente e fornecimento regular de água e luz. Hoje temos no Noroeste três problemas macro:

    I. Invasão de catadores/necessidade de ocupação ordenada da Arie Cruls;
    II. Necessidade de solução do litígio com indígenas/conclusão da W9; e
    III. Implantação do Parque Burle Marx.

Em relação à invasão (problema que mais nos ocupa e preocupa), várias medidas já foram tomadas. Já participamos de pelo menos uma dezena de reuniões com os mais variados órgãos do governo, inclusive com o próprio governador de quem já cobrei, pessoalmente, por duas vezes a solução do problema. Ofícios já foram enviados e medidas cobradas. A informação que temos é que os invasores serão retirados em alguns dias, mas não acredito mais e nem peço que vocês acreditem. O que quero que todos tenham em mente é que a Amonor tem feito o que pode e o que não pode para que a retirada seja retomada definitivamente, mesmo cientes de que tudo depende da vontade política do chefe do nosso executivo (eis onde reside a trava do processo).

E é nesse ponto que peço a reflexão de todos para que tenhamos clareza nas nossas ações para que a busca da solução de um problema não cause um outro ainda maior, e o que é pior: sem resolver o inicial. Falo isso porque vi cogitadas medidas, por exemplo, como reportar o assalto do fim de semana para o programa "balanço geral". Gente, dou entrevistas sobre o Noroeste há três anos e meio e sempre tive cuidado de não trazer luz à questão de não termos a segurança pública que sonhamos. É o único ponto das nossas reivindicações que só levo às autoridades, nunca à mídia, pois acredito que isso serviria mais para chamar bandido do que chamar os policiais. Nosso DF vem sendo abandonado pelos governantes há um bom tempo e isso culminou em níveis alarmantes de falta de segurança pública em todo o território e o Noroeste não está imune a isso. Infelizmente! Portanto, peço a ajuda de vocês para que ajudem de todas as formas que vocês puderem, mas que centralizemos essas ações por meio da Amonor para que a efetividade seja maior. Tratando da insegurança trazida pela invasão, conseguimos (com a ajuda do Deputado Joe Valle) marcar uma reunião do novo comandante do 3o Batalhão da PM com a nossa comunidade. É a hora de comparecermos e demonstrarmos nossa angústia. Estamos tentando trazer também o Dr. Laercio, titular da 2a DP. Será na próxima terça-feira, às 18h, entre os blocos A e B do nosso comércio. Compareçam!

Em relação aos indígenas, estamos tentando mediar um acordo entre os funiô-tapuya e a Terracap para que eles desocupem a área. O acordo com os kariri-xokó já está chancelado pela Funai e MPF e esta etnia só aguarda a construção das casas na área aonde eles irão. Também está sendo conversado com a Funai acerca da possibilidade de eles desocuparem de imediato sob o compromisso de um pagamento de aluguel nesse período que antecede à finalização das casas.

Quanto ao parque, há boas notícias. Ontem foi a primeira reunião do Conselho gestor do PEBM e fomos informados que o Governo decidiu seguir uma sugestão que fazemos há mais de dois anos: enquanto se discute o projeto do Parque, nada impede que o anel externo (ciclovia e coopervia interrompida na altura da 108) seja finalizado e que haja o cercamento, limpeza (mato, sujeira e restos de obra) e iluminação. Com isso já teremos algo muito parecido com um Parque. Segundo fomos informados ontem, essas quatro medidas já começarão ainda esse ano. Estamos certos que isso trará outra cara e outra energia ao nosso bairro.

Pessoal, temos feito muita coisa e abdicado de muito tempo de nossa vida para fazer nossa parte no processo de transformação do nosso bairro, mas repito o que já falei antes: se a comunidade não comprar a briga e vier conosco, o processo demorará muito mais. Contamos com todos vocês.


Abraço a todos!
Antonio Custódio Neto
Presidente da Amonor

 

 

Telefone:
(61) 99674-6314
amonor.noroeste@gmail.com

Copyright © 2017 Amonor
Desenvolvido por